27º ENCONTRO ESTADUAL DE ESPERANTO

NÃO PERCAM


Mais informações








27º Encontro Estadual de Esperanto do Rio de Janeiro

Nos dias 14 e 15 de maio de 2016, acontecerá o 27º Encontro Estadual de Esperanto do Rio de Janeiro, no Colégio Francisco de Assis, Realengo. O tema do evento será "Desenvolvimento Sustentável e Esperanto" e serão abordados os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ODS (2015-2030) e suas relações com a língua internacional

Programação:
No sábado, a recepção começará às 8:30 e o evento irá até às 17:00. No domingo as atividades acontecerão das 9:00 às 11:30. Em breve divulgaremos a programação completa. Enquanto isso, eis algumas atividades:


- 2030: Esperanto kaj internaciaj partnerigoj por daŭripova mondo (Fernando Maia Jr.), sábado às 14hs.

- Mini oficina de tradução (Paulo Sérgio Vianna), domingo às 10hs.

- Akvo mankas, akvo multas: krizo kaj alternativoj de akvo-produktado (Allan Argolo), sábado às 11hs.

Vale mencionar que as apresentações artísticas acontecerão entre as palestras, durante o dia.

Como chegar:
O endereço é Rua Goulart de Andrade, 221, Realengo, na esquina com a via principal Av. de Santa Cruz, a aproximadamente 800 metros da estação de trem Realengo.




A E R J

      A Associação Esperantista do Rio de Janeiro (AERJ) é uma associação cultural sem fins lucrativos, fundada em 30 de março de 1942.


     Seus principais objetivos são o ensino, a divulgação e o fomento do uso, no Rio de Janeiro, da língua internacional Esperanto.



SEJA SÓCIO DA AERJ

CALENDÁRIO ANUAL DE EVENTOS DA AERJ

(Saiba Mais)

RECEBA EM SEU GRUPO A AERJ ITINERANTE




DESCUBRA O ESPERANTO

Mais fácil

Todos os que aprenderam o Esperanto e uma outra língua étnica ou nacional confirmam: o Esperanto é mais fácil de aprender. Isso porque ele possui menor quantidade de regras e pode-se considerá-las como sem exceção. Além disso é fácil formar palavras a partir de radicais e afixos, multiplicando o vocabulário. Não se pode precisar quantas vezes o Esperanto é mais fácil, porque isso depende da pessoa, mas geralmente se aprende entre um quinto e um terço do tempo que se usa para aprender outras línguas.

Mais neutro
O Esperanto não pertence a uma nação, povo ou cultura específica e, portanto, é mais neutro para a comunicação internacional e funciona bem como língua ponte entre diversos povos. Contudo, ele não é uma língua sem cultura, mas sim com uma cultura própria e internacional. O Esperanto não é ligado a uma nação.


Mais justo
Todos os estudantes de Esperanto têm o potencial para atingir um alto nível nele e para se comunicar com outros em um nível semelhante, do ponto de vista linguístico. Isso independe de língua materna e, inclusive, aqueles que falam o Esperanto desde o berço (falantes nativos) não são privilegiados por um nível quase inalcançável. Por isso, o Esperanto é mais justo do que as outras línguas nacionais.